Viva o presente: o poder do aqui e agora

Ouvimos muito falar que é importante vivermos o presente, pois é nele que será traçado o rumo de nossas vidas e também, executadas as nossas conquistas. No entanto, para a maioria das pessoas, manter o foco na maior parte do tempo no momento presente é bastante desafiador, você não acha?

É complicado tratar o dia de hoje como uma cena de novela que se grava separadamente e pode ser assistida e reprisada sempre que se desejar. Se você já teve a oportunidade de acompanhar a gravação de um filme ou novela, então sabe que cada cena é gravada individualmente e não em apenas um bloco como o que é apresentado para nós. Isso ocorre, pois é preciso ajustar detalhes, decorar falas, ensaiar a sequência e até mesmo trocar de figurino para que a composição fique mais bem trabalhada.

Seria muito bom se as nossas vidas pudessem ser traçadas da mesma maneira… Imagina que sensacional seria acordar pela manhã com a mente vazia e esperar do dia os desafios e questões que podem ou não surgir, sem “pré-conceitos”, sem “pré-ocupações”, apenas vivendo o momento, porém a vida real é bem diferente disso…

Logo pela manhã já acordamos com a cabeça cheia de questões que devem ser resolvidas, uma vez que, já as trouxemos de dias ou até mesmo semanas anteriores, ou seja, um pé está no presente, e outro no passado. Outro ponto é a tal da ansiedade que insiste em fazer parte de nosso dia a dia. Ela quer ser nossa amiga para que juntas imaginemos como será o dia de amanhã. O que nos espera? Quais as dificuldades que vamos passar? O que vamos conquistar? Mas a verdade é que acabamos ficando com um pé no presente e outro no futuro.

Viver é uma delicia, mas também bastante desafiador. Temos que ter jogo de cintura para encarar todas as situações que aparecerem, tirando de cada uma delas uma nova aprendizagem.

E vou te dar umas dicas de fazer isso. Então continue aqui comigo.

Encarando a vida

Se você acompanha meus artigos já deve estar imaginando que vou falar que para viver bem a vida é necessário exercitar a gratidão a todo o momento, não é mesmo? De fato, realmente é, mas vamos nos aprofundar mais sobre esse assunto em breve. Agora, quero que concentre a sua atenção no seguinte fato: Você sabe que a direção correta da vida é para frente? Vou explicar:

Muitas pessoas passam anos e mais anos focadas em situações ocorridas no passado, em conquistas que não deram certo, em relacionamentos findados, em oportunidades perdidas e até mesmo perdendo-se com nostalgia de tempos que não voltam mais…

presente-2

É muito bacana ter um passado para se recordar, pois são momentos únicos guardados na memória. O que não pode acontecer é ficarmos tão fixados ao passado a ponto de deixarmos de viver o presente.

Toda a ver que a vida te dá um tranco, ela te joga pra frente. Até um pé na bunda faz com que você seja impulsionado na direção frontal. Tudo isso não ocorre à toa; são oportunidades de crescimento que te sinalizam que tudo deve continuar independente do que aconteça.

Note que pessoas que tem problemas graves relacionados à saúde emocional tendem a apresentar um grande abalo nessa relação com o tempo. Ou elas são tão presas ao passado que não conseguem deixar aquele cenário ou então, ficam tão ansiosas e preocupadas com o futuro que não conseguem desfrutar de um só momento no presente.

E sabe em que lugar é possível encontrar boa parte da cura de doenças desse tipo? Bem aqui no presente! A depressão, por exemplo, é consequência de um apego extremo ao passado e a infelicidade de não poder seguir adiante. Já a ansiedade é a inquietação demasiada com o futuro.

É tão comum estarmos com a mente tão cheia de coisas que ainda vão acontecer ou que já ocorreram que parece que nunca estamos felizes onde estamos, pois ou queremos reviver o passado ou então, ficamos loucos para que o futuro chegue logo.

Você já tinha refletido sobre essa ótica?

Nós nos preocupamos demais com situações que estão fora de nosso controle, pois já ocorreram. E também, sofremos por antecipação com fatos que podem nem vir a acontecer. Tudo isso, vai gerando desgaste emocional muito grande. É como se você pegasse uma mochila e dia após dia, acrescentasse um item nela. Após semanas essa mochila estará tão pesada que você mal conseguiria levantá-la do chão, não é mesmo? Pois bem, é exatamente isso que acontece com nossa saúde mental, nós enchemos com tantas cargas passadas e futuras que chega um momento que não é mais possível suportar…

presente-3

Ao viver no presente, você será capaz de usufruir de toda a paz que existe em seu interior; ao olhar o passado vemos a vida de uma forma atrasada, como um motorista que só consegue dirigir olhando pelo espelho retrovisor; e ao focar apenas no futuro, perdemos as belezas que estão sendo apresentadas no aqui e agora.

Acredito que já tenha ouvido muito essa frase em formaturas, colações de grau e até em homenagens, pois ela é bastante usada:

“O passado já se foi, o futuro é uma incógnita e hoje é uma dádiva, por isso se chama PRESENTE!”

A repetição é importante porque é assim que as grandes verdades da vida são assimiladas por nossa mente; essa frase compila a essência do que temos que saber e gravar de uma vez por todas: Saiba que tudo o que se tem de real está no AQUI e no AGORA, pois é isso que você está vivendo. O que já passou, não lhe pertence mais e o que ainda está por vir, também não é seu. Tudo, tudo, tudo está no presente.

Costumo dizer que durante todo o ano só existem dois dias que você não consegue fazer nada, é o ontem e o amanhã, de resto está liberado para ser e ter o que desejar. Deixe que o ontem fique na memória como boas lembranças, pois se prender nele impedirá você de evoluir. Viver o amanhã é viver na imaginação, pois é ficar pensando e fantasiando o que virá por aí, uma vez que, quando ele chega já é o nosso bom e velho presente.

E o que tudo isso tem a ver com gratidão?

presente-4

Simples. Não existe forma mais plena de viver o presente do que praticando a gratidão. Ser grato pela água que bebemos, pelo almoço em nossa mesa, pelo descanso que podemos ter todas as noites, pela saúde, pelos nossos filhos e por tudo de bom que acontece em nossas vidas no dia de hoje, no momento presente, no aqui e agora. Obviamente, as dificuldades vão surgir e teremos dias de chateações e frustrações, mas devemos também agradecer por termos forças para superar esses obstáculos, aprendendo com cada um deles.

Quando somos acometidos de ideias e pensamentos ruins, devemos nos lembrar de que existem pessoas em condições piores que a nossa e mesmo assim várias delas levam a vida com um sorriso no rosto e uma vontade de viver gigantesca. É o caso, por exemplo, de meu amigo e palestrante Marcos Rossi.

Olha o que ele comenta: “Faço tudo o que me deixa feliz e que um sujeito normal faz. Engraçado que, às vezes, até mais do que as outras pessoas. Realizo palestras motivacionais por todo o país. Trabalho também na área de Patrimônio de um dos maiores bancos do Brasil. Além disso, tenho alguns hobbies interessantes. Sou vocalista de uma banda e pratico mergulho profissional”.

Você estar se perguntando: Mas o que há de extraordinário em tudo isso? Realmente o relato do escritor Marcos Rossi poderia até soar corriqueiro, não fosse o fato de ele ser portador da Síndrome de Hanhart, uma deficiência congênita que impediu o desenvolvimento de seus braços e pernas. É isso mesmo: Marcos tem apenas cabeça e tronco e há alguns anos precisou colocar junto à coluna vertebral uma estrutura de titânio pois a coluna estava prestes a se romper e destruir os órgãos internos. Isso tirou a pouca flexibilidade que Marcos ainda possuía e teve que se adaptar mais uma vez.

presente-5

E se você pensa que isso impede Marcos de ir atrás de seus sonhos está muito enganado. Quando eu o conheci me senti muito mesquinha reclamando de obstáculos tão insignificantes em meu caminho e o mais bonito na história de Marcos é que ele não perde o bom humor.

Marcos lembra que cada dia é uma oportunidade de transformar a sua vida e deve ser aproveitado como se fosse o último e sua missão é fazer com que as pessoas percebam isso. Partindo deste pressuposto, ele defende que todos nós devemos executar nossas atividades sem pensar em uma compensação. Logo, cada pequeno esforço é somado e isso culmina em grandes realizações.  O segredo é viver o AQUI e o AGORA.

“Hoje você tem a chance de crescer, de fazer um pouco mais do que fez ontem, um pouco melhor, com um pouco mais de eficiência. Trabalhe constantemente e atingirá suas metas: a felicidade está aí para quem quiser tê-la, o que precisamos é saber enxergá-la em cada pequeno presente que recebemos o tempo todo. Aprenda a não inventar necessidades supérfluas – o carro, a grife, a posse – e terá mais tempo para curtir, pois o melhor da vida é de graça. Importante lembrar mais uma vez que a limitação é um conceito que está dentro da cabeça das pessoas” Marcos Rossi.

http://marcosrossi.yolasite.com/

Entendo que nem sempre você é capaz de sentir corajoso e determinado como Marcos, e que as vezes ficamos reféns de nossas próprias emoções, porém você precisará fazer um exercício diário de mentalização para que tudo possa ocorrer da forma que deseja, sem deixar que o passado ou o futuro te sequestrem. E quando sentir que as coisas estão saindo do prumo coloque a gratidão acima de tudo, sempre se lembrando das situações e coisas boas que a vida lhe deu.

Verá que tudo irá adquirir um novo sabor e significado!

Link para este post:

 

Fonte: Marcia Luz

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *